5 artistas franceses para ouvir antes da sua viagem à Paris – Parte I

18/05/2016.Letícia.0 Likes.2 Comments
Home/Temas parisieníssimos/Encante-se/5 artistas franceses para ouvir antes da sua viagem à Paris – Parte I

Como a trilha-sonora é parte fundamental e marcante de qualquer viagem ou destino, o intuito da seção “Parisieníssima escuta” é te dar um gostinho do que anda tocando em Paris (e França como um todo), para você já entrar no aquecimento da sua viagem. Ou, só para dançar no seu quarto mesmo.

Quem me conhece sabe que música é um assunto sobre o qual gosto pouco de falar – só que não!

Então vocês podem imaginar como fica difícil para mim selecionar somente 5 artistas para recomendar.

Fiz meu ranking de artistas franceses da cena pop atual 2015/2016 para o post, considerando os que eu gosto pessoalmente e os que valem a pena indicar, e cheguei a mais de 20. Então vamos por partes…

E essa é a nossa “Parte I” te trazendo 5 artistas – Vamos lá!

1. Boulevard des Airs

Grupo francês formado em 2004 na cidade de Tarbes no Sul da França, como iniciativa dos irmãos Jean Noel Dasque e Florent Dasque, e Sylvain Duthu, ainda nos tempos do colegial.

Hoje conta com 9 integrantes no total, sendo os 3 citados acima os próprios compositores e produtores de seus 3 álbuns lançados: Paris-Buenos Aires (2011), Les Appareuses Trompences (2013) e Bruxelles (2015) – que entrou para o Top 10 de álbuns mais vendidos na França, quando foi lançado em junho de 2015.

E é só começar a ouvir a primeira música, que já dá para notar a influência hispânica, característica da região de origem da banda, já mais próxima da fronteira com a Espanha. Esse último álbum explora bem esses ritmos e possui canções em francês e em espanhol.

A Emmène-moi foi um verdadeiro hit na primavera/verão em 2015 e agora a Bruxelles está repetindo a dose em 2016.

Quero ver você dar o play nos vídeos e não morrer de vontade de dançar!

Emmène-moi

Bruxelles

2. Fréro Delavega

Dupla composta por Jérémy Frérot e Florian Delavega, que se tornou conhecida após participar do The Voice em 2014. Com apenas 2 álbuns lançados: Fréro Delavega (2014) e Des ombres et des lumières (2015), esses dois fazem um sucesso enorme pela França toda e já ganharam 4 discos de platina, vendendo mais de 470 mil cópias no total.

Largaram a carreira de educação atlética/esportiva quando lançaram o primeiro álbum – ambos estudaram Educação Fisica na mesma faculdade – para se dedicarem plenamente à música.

Assim como o Boulevard des Airs, a dupla tem um ritmo bem dançante e influenciado por referências hispânicas, por também vir do sudoeste da França. Uma região praiana e mais ensolarada perto da cidade de Bordeaux, chamada Bacia de Arcachon, que vocês verão algumas de suas paisagens – lindas! – no clipe de Le Chant Des Sirènes aí embaixo!

Ainda acho que se alguma dupla de sertanejo universitário (mais pop) do Brasil os descobrissem, iria provavelmente regravar alguma de suas músicas. 😛

Mon Petit Pays

Le Chant Des Sirènes

3. Christine and the Queens

Mudando totalmente de estilo agora, vamos falar de Christine and the Queens, uma cantora-compositora-pianista e me atrevo dizer dançarina, que não deixa ninguém indiferente.

Dotada de um enorme talento, lançou seu primeiro álbum Chaleur Humaine em 2014, obtendo diversas distinções, uma delas o prêmio de melhor intérprete feminina na cerimônia francesa – Victoires de la musique em 2015.

Estudava Teatro em 2008, quando decidiu partir à Londres após uma ruptura amorosa e período de depressão, retornando à Paris em 2010 e lançando seu projeto electro-pop, mesclando música, performance, vídeo, desenho e fotografia. E mais importante – inspirado em drag-queens que conheceu na Inglaterra, uma delas a atriz Rusella. Também tem claramente David Bowie e Michael Jackson como fonte de inspiração em seu trabalho.

Sua originalidade é ainda mais acentuada pelo visual andrógino que adota, sempre usando roupas de corte masculino, mas ela se recusa a declarar seu gênero e opção sexual. O que vamos combinar, não tem importância alguma!

Christine

Paradis Perdus

4. Jain

A mais nova queridinha do pedaço! Francesa que canta em inglês, ela consegue misturar pop, reggae, electro e música africana com uma sutileza e simpatia sem tamanho.

Lançou seu primeiro álbum Zanaka em novembro de 2015 e já ganhou a premiação Victoires de la musique 2016 como álbum-revelação.

Nascida em Toulouse, filha de um francês e de uma franco-malgaxe (nacionalidade de Madagascar) morou em diversas cidades durante a infância e a adolescência devido ao trabalho de seu pai, passando por Dubai e por Brazzaville, no Congo. Ta aí a explicação de sua preferêcia pelos ritmos dançantes e das palavras africanas que insere em suas letras!

Reparem no vestido preto e branco estilo recatado que se tornou sua marca. Propositalmente para provocar contraste em relação ao seu estilo musical “caloroso”, ela diz que queria evitar o clichê: cantora de reggae voz e violão. Como se fosse possível!

Come

Hob

5. Talisco

Eu não sabia nada sobre ele até ouvir Your Wish enquanto fazia compras no supermercado vizinho de casa há uns meses atrás. E foi paixão à primeira escuta! Aquele refrão me pegou e eu tive de parar o carrinho imediatamente para pegar o celular do bolso e abrir o Shazam.

Outro artista francês que canta em inglês, tem Bordeaux como sua origem e lançou seu primeiro álbum Run em 2014. Tendo passado um tempo no Canadá e na Espanha, começou a cantar recentemente de retorno em Paris, mas compõe músicas desde que tinha 13 anos.

Seu estilo é chamado de electro-folk, passando por músicas mais dançantes e com batidas rápidas até outras bemmm mais lentas. Tem uma voz (rouca) linda, aliás! Cereja-do-bolo para finalizar.

Your Wish

The Keys

Eu avisei que seria impossível falar (escrever) pouco sobre o assunto…

Clique aí embaixo para ouvir a playlist completa do nosso canal YouTube, com essas e outras músicas destes mesmos artistas para você conhecer:

Fontes:

  • Foto de capa do post: cena do clipe “Come” – Jain.
  • Informações sobre os artistas: Wikipedia France (wikipedia.fr) + Sites oficiais
  • Links para os vídeos: YouTube – canais oficiais dos artistas.

Comentários (2)

  • Vera .03/06/2016.Responder

    Adorei o tópico, estou curtindo a playlist!! J’amais!!

    • (Autor) Letícia .06/06/2016.Responder

      Que bom que gostou, Vera! Fique de olho que logo publicarei as próximas partes… 😉 Eu amooo falar sobre – boa – música!

Add comment

© 2016 Parisieníssima - Todos os direitos reservados.