5 ruas insólitas para você duvidar que ficam mesmo em Paris

20/06/2016.Letícia.0 Likes.2 Comments
Home/Temas parisieníssimos/Descubra/5 ruas insólitas para você duvidar que ficam mesmo em Paris

Balzac uma vez disse: “Paris é na verdade um oceano: você pode mergulhar nela, mas jamais conhecerá suas profundezas”. E é bem essa a sensação que temos ao caminhar, flanar e se perder pela cidade: nunca saber com o que iremos nos deparar ao virar a próxima esquina.

Escuto sempre frases como esta acima desde que cheguei, tanto de parisienses natos, quanto de pessoas que moram aqui há mais de 30 anos.

Então, como explorar a Paris mais discreta e escondida se tornou uma paixão para mim, hoje quero compartilhar com vocês 5 ruas excepcionais e quase secretas, que não podem passar despercebidas pelos seus caminhos por aqui!

Elas encantam pelas suas cores, pelo verde e seus jardins, ou pelo estilo de suas casa, e nos fazem ir para bem longe da Paris turística e movimentada.

1. Rue du Trésor

Uma verdadeira zona de paz em meio à agitação do bairro Marais!

Arborizada, com algumas lojas e restaurantes, possui uma fonte do século 19 – Fontaine du Trésor – ao fundo, onde havia também uma passagem para a rue des Ecouffes.

O nome da rua – rua do Tesouro – vem das 7.800 peças de ouro da época de Carlos V encontradas em 1882, na ocasião das obras de abertura da via, em frente a um pequeno palacete que pertencia a um Tesoureiro nobre entre 1698 e 1776.

Você com certeza passará por sua esquina ao caminhar pela Rue Vieille-du-Temple, uma das principais ruas do Marais, ao visitar este bairro!

Metrô: Saint-Paul (linha 11)

2. Rue des Thermopyles

Dá vontade de ficar em uma das casinhas e ali se instalar para morar!

Localizada no bairro Plaisance, vale a caminhada para observar cada casa dos 280 metros de rua, aonde o ar parece até mais puro devido à tanta tranquilidade.

Um pedaço do interior em Paris, decorado pelas glicinas, que lá se espalham e reinam durante a primavera e no verão!

Metrô: Pernéty (linha 13)

3. Cour Damoye

De cara para a Praça da Bastilha, poucas pessoas se dão conta de sua entrada.

Esta passagem ainda guarda o charme de seu período industrial no início do século 18, quando essa região do Faubourg Saint-Antoine se destacava por abrigar os principais artesãos da madeira – ebanistas e marceneiros – de Paris, que trabalhavam para os nobres. Hoje, abriga alguns escritórios e ateliês de artistas mais modernos.

A atmosfera é ainda mais garantida pelos aromas da Brulerie Daval, uma torrefadora e loja de café localizada ao final da passagem. Ah! E repare também nas placas na fachada de cada prédio, que ainda mostram seus nomes poéticos atribuidos na época, como: os amantes, os filósofos, os artesãos etc.

Metrô: Bastille (linhas 1, 5 e 8)

4. Passage Lhomme

Este era outro local do Faubourg Saint-Antoine ocupado por fabricantes de móveis renomados, no seu auge no século 18.

O que mais gosto nesta passagem é de seu ar retrô e nostálgico, que parece nos fazer voltar no tempo quando atravessamos sua entrada.

Podemos conferir alguns ateliês de artistas e apartamentos no melhor estilo “cozy”, mas algo que nos convida a passar horas lá dentro é a livraria e loja e brinquedos BD Net, logo na entrada. Parada obrigatória!

Metrô: Ledru-Rollin (linha 8)

5. Rue Crémieux

Aberta em 1865, é certamente a rua mais colorida de Paris!
Alguns falam até de sua semelhança com o bairro Notting Hill em Londres, devido ao estilo arquitetônico das casas e à mistura de cores de suas fachadas.

Só sei que ela se destaca muito em relação às ruas e avenidas de seu entorno no bairro Quinze-Vingts.
É realmente impressionante ver a paz existente nestes 144 metros de rua, onde os moradores deixam suas bicicletas, patinetes e outros artigos na calçada, em frente às suas portas de entrada e sem nenhuma proteção.

Me digam – Quem não gostaria de morar aqui?

Metrô: Paris Gare de Lyon (linhas 1 e 14)

Espero que gostem da dica e: Boas andanças! 🙂

Comentários (2)

  • Socorro Gonzaga .21/06/2016.Responder

    Amo a França. Meu sonho é conhecer PARÍS.
    Essa matéria é interessante,
    tudo sobre París me fascina.

    • (Autor) Letícia .22/06/2016.Responder

      Obrigada pelo retorno, Socorro! 🙂
      A ideia do Parisieníssima é mesmo esta, trazer um novo olhar sobre a Paris fascinante.
      Fico na torcida para que você a conheça em breve e pode contar com minha ajuda para o seu roteiro!

Add comment

© 2016 Parisieníssima - Todos os direitos reservados.