Cenas da Paris de 1900 que te farão viajar para a Belle Époque

10/07/2016.Letícia.0 Likes.0 Comments
Home/Temas parisieníssimos/Encante-se/Cenas da Paris de 1900 que te farão viajar para a Belle Époque

Que tal viajar para o início do século 20, nos anos 1900, quando Paris era o centro cultural e intelectual do mundo?

Te convido através destas 50 fotos – selecionadas cuidadosa e avidamente por mim – a visualizar o contexto social da cidade-luz, neste período revolucionário que se estendeu de 1871 até o início da Primeira Guerra Mundial em 1914.

Um período marcado pelo progresso e inovação (2 exposições universais realizadas em Paris), ascensão social com uma nova burguesia, novos movimentos artísticos como a art-nouveau e o impressionismo, a moda em destaque com a alta-costura, as viagens intercontinentais mais frequentes, o surgimento da fotografia e do cinema. Sem falar na cultura boêmia – propagada pelos intelectuais – e na indústria do entretenimento, que vivia seu auge com os novos cafés-concertos, balés, óperas, teatros e cabarés.

Tudo isso somado a um período sem guerras na Europa, o que proporcionava ainda mais esse clima de otimismo, euforia e grandes expectativas para o futuro.

E como uma imagem diz mais que mil palavras, deixo vocês desfrutarem da minha pesquisa em um dos maiores acervos de fotografias de Paris.

A Exposição Universal de 1900 em Paris, tornando a cidade mais uma vez: a vitrine do mundo!

Info complementar: Paris hospedou 5 exposições universais: 1855, 1867, 1878, 1889 – quando foi construída a Torre Eiffel – e 1900, a mais grandiosa de todas e que tinha como maior atração o Palácio da Eletricidade, a principal inovação do momento!

Exposição universal de 1900. A Torre Eiffel. Paris, 1900. Evento revolucionário para Paris, período em que a França era o primeiro destino do mundo inteiro e obteve grande destaque em diversos âmbitos, tanto artísticos, quanto tecnológicos e científicos. © Neurdein Frères / Neurdein / Roger-Viollet

Exposição universal de 1900 - público aguardando para visitar o Palácio da Metalurgia, que trazia as últimas inovações proporcionadas pela segunda Revolução Industrial. © Léon et Lévy / Léon et Lévy / Roger-Viollet

A ponte Alexandre-III durante a Exposição Universal de 1900. Paris, 1900. © Léon et Lévy / Roger-Viollet

Exposição Universal de 1900. A ponte Alexandre III e a Rue des Nations. Paris, 1900. © Léon et Lévy / Léon et Lévy / Roger-Viollet

A ponte Saint-Michel e a Catedral de Notre-Dame ao fundo, por volta de 1900. © Neurdein / Roger-Viollet

Praça da Concórdia, Paris, por volta de 1900. © Neurdein / Roger-Viollet

A vida da aristocracia e da burguesia na cidade-luz, cerca de 6% da população da França na época

Esta era a classe que consumia arte, viajava, frequentava os melhores restaurantes e hotéis, encomendava alta-costura e jóias, além de ter construído em vários bairros de Paris, diversos hotéis particulares – da expressão francesa “hôtel particulier”, que significa uma espécie de palacete urbano.

Salão de um ateliê de costura. Paris, 1908. © Albert Harlingue / Roger-Viollet

Mulheres na corrida de cavalos. Paris, por volta de 1900. © Roger-Viollet

Família. Paris, 1900. © Ernest Roger / Roger-Viollet

Viajantes em frente à estação de trem d'Orsay - hoje o famoso Museu d'Orsay. Paris, por volta 1900. © Roger-Viollet

A Moda no parque Bois de Boulogne. Paris, 1912. © Maurice-Louis Branger / Roger-Viollet

Restaurante Maxim' s. Paris, por volta de 1900. © Albert Harlingue / Roger-Viollet

Confeiteiro no Jardim de Luxemburgo, frequentado por aristocratas e burgueses. Paris, por volta de 1900. © Louis Vert / Musée Carnavalet / Roger-Viollet

Baile do 14 de julho - Data comemorativa à Tomada da Bastilha - por volta de 1900. © Roger-Viollet

Universidade Sorbonne : laboratório. Paris, por volta de 1900. © Neurdein / Roger-Viollet

Universidade Sorbonne. Paris, por volta de 1900. © Neurdein / Roger-Viollet

Universidade Sorbonne : sala de dissecação. Paris, por volta de 1900. © CAP / Roger-Viollet

Arco do Triunfo e a Avenida Champs-Elysées. 1900. © Léon et Lévy / Roger-Viollet

Passeio do bebê na Champs-Elysées. Paris, por volta de 1900. Musée Carnavalet. © Roger-Viollet

Os 4% da classe operária e de baixa renda

Como curiosidade, o restante – 90% da população francesa – ainda era de agricultores, uma parte em êxodo rural.

Funcionários dos Esgotos de Paris, por volta de 1900. © Maurice-Louis Branger / Roger-Viollet

Escola de Enfermagem. Paris, por volta de 1900. © Albert Harlingue / Roger-Viollet

Açougue em Paris, por volta de 1900. © Roger-Viollet

Mercado central - Pesagem da carne, por volta de 1900. © Léon et Lévy / Roger-Viollet

Comerciante de flores. Paris, 1905. © Jacques Boyer / Roger-Viollet

Ciclista. Paris, por volta de 1900. © Roger-Viollet

"Apache" parisiense - tipo de gangue da época que adotava uma vestimenta típica. 1900. © Roger-Viollet

Costureiros do hospício Nicolas-Flamel. Paris, por volta de 1900. © Léon et Lévy / Roger-Viollet

Sala de aula. Paris, por volta de 1900. © Albert Harlingue / Roger-Viollet

Acendedor de lamparinas. Paris, por volta de 1900. © Albert Harlingue / Roger-Viollet

Comerciante de flores. Paris, por volta de 1900. © Neurdein / Roger-Viollet

Criança em uma favela da época. Paris, por volta de 1900. © Albert Harlingue / Roger-Viollet

Florista na rua. Paris, por volta de 1900. © Albert Harlingue / Roger-Viollet

Paris, Montmartre. Praça Tertre, por volta de 1900. © Roger-Viollet

Banco da França. Paris, por volta de 1900. © Albert Harlingue / Roger-Viollet

Montmartre. Rue Saint-Rustique, por volta de 1900. © Neurdein / Roger-Viollet

Entreposto de Bercy (comércio de vinhos), por volta de 1900. © Neurdein / Roger-Viollet

Rue Mouffetard, por volta de 1900. © Léon et Lévy / Roger-Viollet

Sessão de vacinação em uma escola. Paris, por volta de 1900. © Roger-Viollet

Habitantes de um bairro pobre. Paris, 1900. © Henri Roger / Roger-Viollet

Rue Saint-Vincent em Montmartre, 1900. Curiosidade: essa é a rua que aparece logo no início do filme "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain". © Maurice-Louis Branger / Roger-Viollet

Abatedouro de Paris. Ateliê de tripas - linguiças/salsichas. © Léon et Lévy / Léon et Lévy / Roger-Viollet

Crianças assistindo a um espetáculo de marionetes na Champs-Elysées. Paris, por volta de 1900. © Neurdein / Roger-Viollet

Habitantes da "Ilha dos Macacos", atualmente distrito 13, por volta de 1900. Paris, 1900. © Neurdein / Roger-Viollet

A vida boêmia e libertina…

Lembrando que na época a prostituição era uma das marcas de Paris, com cerca de 20% da população feminina trabalhando com “serviços de sedução”.

Prostitutas. Paris, por volta de 1900. © Roger-Viollet

O jardim e o elefante colossal do Moulin-Rouge. Paris, por volta de 1900. Detalhe que havia um quarto na cabeça do elefante, onde o cliente podia reservar por um período acompanhado de uma das dançarinas do cabaré. © Roger-Viollet

Baile do Moulin-Rouge. Paris, 1900. © Collection Roger-Viollet / Roger-Viollet

Dançarinas de cancan do Moulin-Rouge. Paris, por volta de 1900. © Albert Harlingue / Roger-Viollet

Rue Norvins em Montmartre - bairro preferido dos artistas e boêmios, por volta de 1900. © Neurdein / Roger-Viollet

Modelo em um ateliê de artista. Paris, por volta de 1900. © Collection Roger-Viollet / Roger-Viollet

Dois Íntimos - A jovem despida e o gato. Paris, 1900. © Roger-Viollet

Gostou deste post e de ler sobre as curiosidades da belle époque em Paris? Não?

Deixe-nos um comentário! 

>> Fonte das fotografias*: http://www.parisenimages.fr/fr

*Créditos mencionados na descrição de cada uma delas.

Add comment

© 2016 Parisieníssima - Todos os direitos reservados.