Paris com crianças: Conheça o Museu Nacional de História Natural que é parada obrigatória com o seu petit!

17/09/2016.Letícia.0 Likes.0 Comments
Home/Temas parisieníssimos/Explore/Paris com crianças: Conheça o Museu Nacional de História Natural que é parada obrigatória com o seu petit!

E foi numa tarde despretensiosa que fiz um dos passeios mais interessantes das últimas semanas aqui em Paris.

Eu, que nunca havia visitado um museu de História Natural, me surpreendi totalmente com tamanha riqueza do acervo (e minha baixa expectativa) do museu de Paris, um dos mais antigos do mundo – junto ao de Londres – inaugurado em 1793.

O MNHN (Muséum national d’histoire naturelle) é uma instituição francesa voltada para a pesquisa e a difusão da cultura científica naturalista, estando ainda sob tutela de ambos Ministério do Ensino Superior e da Pesquisa e Ministério do Meio Ambiente, devido à sua importância.

Eles possuem diversos locais em Paris e na França, mas hoje falaremos de duas galerias de sua sede, o Jardin des Plantes (Jardim das Plantas ou Jardim botânico), que é enorme e possui diversas outras atrações a serem visitadas, que deixaremos para outros posts. Como por exemplo (para dar um gostinho): a Ménagerie – um pequeno zoológico; as Grandes Serres – ou grandes estufas, que simulam ambientes da flora de zonas tropicais ou áridas; a Galeria de Botânica e a Galeria de Mineralogia e Geologia – que acabou de reabrir e está com uma exposição linda de sua coleção entitulada “Tesouros da Terra”, até o final de 2018.

Galeria de Paleontologia e Anatomia comparada

Iniciei o passeio visitando a Galeria de Paleontologia e Anatomia comparada, ansiosa para me encontrar pela primeira vez com ossadas e fósseis de dinossauros, além de outros animais extintos.

Mal podia imaginar que o que chamaria a minha atenção no primeiro olhar, me deixando boquiaberta, seria outra coisa: a arquitetura do prédio, projetado por Ferdinand Dutert e inaugurado para a Exposição Universal de 1900. Novamente, a Paris de 1900 e a belle époque me perseguindo e/ou vice-versa. Estruturas metálicas, ornamentos de inspiração vegetal e todas as outras referências art-nouveau à parte, já me sentia no paraíso!

No total são dois níveis a serem visitados, sendo o primeiro dedicado à Anatomia comparada e o segundo, à Paleontologia.

Neste primeiro, observamos em meio a seus corredores, esqueletos e órgãos de diversas espécies de vertebrados comparados entre si, incluindo aos da espécie humana.
O que me chamou mais a atenção foram os esqueletos de baleias – principalmente o da baleia-franca-austral – e o esqueleto do Rhytine de Steller ou vaca-do-mar, um enorme mamífero extinto em 1768.

E ainda subindo um lance de escada (aliás, que escada!), chegamos a um mezanino com uma vista impressionante deste primeiro piso consolidado.

Não deixe de fazer esta primeira parada, para observar tudo de lá!

Mas o que a maioria aguarda para a visita fica mesmo no segundo nível, de interior (e primeira impressão) tão deslumbrante quanto o primeiro. Finalmente o encontro com eles, os dinossauros!

Muitas ossadas de espécies encontradas na América do Sul, mas não achei nenhuma do Brasil, onde estas descobertas fossilizadas – até onde eu sei – são relativamente recentes.

Há ainda esqueletos de mamutes e de um animal pré-historico muito curioso encontrado na Patagônia argentina, chamado de Megatério, uma espécie de preguiça gigantesca e herbívora, extinta há cerca de 10.000 anos!

Assistam a este vídeo institucional do site oficial do MNHN sobre a Galeria de Paleontologia e Anatomia comparada e vejam por si só a carinha das crianças, com seus olhos brilhando de curiosidade:

A Grande Galeria da Evolução

Saindo desta primeira visita, te indico levar os seus pequenos diretamente a outro prédio do MNHN, para complementar o passeio e aproveitar a temática: a Grande Galeria da Evolução, próxima à outra entrada do Jardin des Plantes.

O visual arquitetônico idealizado por Jules André em 1889, não deixa a desejar e não perde em nada para o primeiro prédio visitado.

A galeria em si é gigante, então seu volume e andares já impressionam logo de cara!

A medida que seguimos o percurso no primeiro piso, somos realmente envolvidos por suas instalações um tanto teatrais em torno na Teoria da Evolução, com cerca de 7.000 espécies ali expostas, taxidermizadas (empalhadas), e direito à sonorização e iluminação especial.

Vejam um teaser da Grande Galeria da Evolução, através de um outro vídeo institucional do site oficial do MNHN:

Subir até o último nivel e observar o tamanho de um esqueleto de baleia, comparado ao tamanho de animais como o elefante e a girafa – não teve preço! Valeu à reflexão existencialista do dia (rs).

Brincadeira à parte, eu realmente indico este passeio fantástico e super educativo às galerias do Museu Nacional de História Natural a todos que venham à Paris com crianças – idealmente a partir de 5-6 anos de idade, ou se interessem pelo tema.

Nem preciso comentar que ambas as galerias oferecem no dia-a-dia diversas atividades pedagógicas, eventos especiais para estudantes e professores, sem mencionar a Galeria das Crianças (Galerie des Enfants – localizada dentro da Grande Galeria da Evolução) que oferece um jogo-percurso mesmo para visitantes individuais, para crianças entre 6 e 12 anos, em francês e inglês, por uma tarifa de 11 euros para o adulto acompanhante.

E ainda tem gente que acha que Paris não é uma cidade para se visitar com crianças.

O meu filho só tem 2 anos, mas já são tantos os programas que fazemos e ele curte de montão!

Precisando de alguma dica especial ou informação adicional sobre o tema “Paris com crianças”, não deixe de me contatar, aliás! 😉 

+Info útil:

Museu Nacional de História Natural – Jardin des Plantes
Diversas endereços/entradas – ver abaixo os endereços das galerias indicadas aqui.
Metrô: Gare d’Austerlitz (linhas 5 e 10), Censier Daubenton (linha 7) ou Jussieu (linha 10)
Aberto todos os dias – exceto às terças-feiras, das 10h às 18h.

Galeria de Paleontologia e Anatomia comparada
2 Rue Buffon – 75005 Paris
Entrada: 7 euros – Gratuito para crianças menores de 4 anos.

Grande Galeria da Evolução
36 Rue Geoffroy Saint-Hilaire – 75005 Paris
Entrada: 9 euros – Gratuito para visitantes menores de 26 anos.

Add comment

© 2016 Parisieníssima - Todos os direitos reservados.